a

a

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Ano Novo

Depois da data que mais gosto de comemorar, e que passou tao rápido depois de tanta preparação, o Ano Novo (ou Passagem de Ano) nunca me encheu muito as medidas.
Ora vejamos:
- Não sou de resoluções de Ano Novo, sou mais da a organizações e limpezas juntamente com as estações de mudança (Primavera e Outono)
- Não visto cuecas azuis nem como passas
- É a última noite de um mês que gosto muito e a passagem para o primeiro dia de um mês que assim assim, frio e com pouco dinheiro (devido as gastos anteriores)
- A "obrigação" quando era miúda de ter uma festa invejável, nesta data, causava mais stress e era sempre um flop a contar

Posto isto as minhas Passagens de Ano são mais caseiras, como gosto, e aquilo que apenas peço para o Novo Ano (e que é muito) é que me traga saúde para nós e os nossos e que não leve ninguém.
Tudo o resto é viver e aproveitar o melhor de cada dia.
além disto o meu maior entusiasmo com um Novo Ano é olhar para o calendário a ver os feriados e onde vou marcar férias.

Começar a planear férias, passeios, escapadinhas, para nós, é o que me deixa Feliz nesta entrada de novo ano.

Assim sendo Bom Ano para todos com Saúde e muitos Passeios!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Do Natal

Este ano foi cá em casa. 12 adultos e 5 crianças.
Com a, preciosa, ajuda do Astronauta consegui organizar-me (nos) e correu tudo muito bem.
Acabei a semana natalícia cansada mas muito feliz por estarmos todos juntos, com boa conversa e aconchego.
Foi o melhor Natal dos últimos anos 🎄

domingo, 28 de dezembro de 2014

Comprar

Estas férias têm sido recheadas de tiradas da S.
Numa das idas ao Terreiro do Paço queria todos os brinquedos com luzes que via passar.
No carro:
S. - Quero as orelhas da Minie!
Eu - Não pode ser.
S. - Quero a Luz que voa
Eu - Não pode ser.

Depois de mais umas voltas de quero e eu de não pode ser decido responder:
Eu - Não tenho dinheiro.
S. - Olha... Vai comprar dinheiro!

Ela quer...

S - Quero um bébé !
Ela - Vai pedir ao pai....
S - Papá, quero um bébé....
Pai - Sabes quanto tempo demora a vir um bébé ?  9 meses....
S - Manaaaaaaaaaaaaa , amanhã vamos ter um bébé..........

Caraças pá, quero ter este espírito.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Quadra

A Quadra Natalícia, é sem dúvida, a minha quadra preferida do ano. Não só por todo o encanto que a envolve mas porque é dela que guardo as melhores recordações de infância.
Até aos meus 14 anos, o meu Natal foi sempre passado na casa da minha avó materna (Avó Bia). Ela comemorava o seu aniversário a 24 de Dezembro e juntamente com a celebração do nascimento de Jesus, juntava à mesa os 8 filhos (as) e os 11 netos (as).
Fecho os olhos e sinto o calor da lareira, o ruído de tantas vozes misturadas, os cheiros da comida, a longa mesa com o serviço azul e branco e as gargalhas, baixinhas, que eu dava a noite toda, com a minha prima A., enquanto comíamos os chocolates escondidos debaixo do sofá onde dormíamos.
Aparte desta celebração da minha ruidosa e aconchegante família, o que eu mais delirava era quando fazíamos a árvore de Natal em nossa casa. O momento em que ligávamos as luzes e eu corria a rua com as minhas amigas (os) a vermos as luzinhas a brilhar por detrás de cada janela da nossa rua enchia-nos de alegria.
Eu esperava por esta quadra todo o ano.
 
Este ano o meu Natal será em minha casa. Somos 12 adultos e 5 crianças e eu estou num misto de preocupação  com a organização de tudo e também de alegria por ter os nossos, todos juntos, nesta quadra que me é tão querida.
 
O meu maior desejo é que as minhas filhas guardem tão boas recordações desta Quadra como foram as minhas.

Esta Season

Está boa mas boa!

Educação

No carro:
S - (arrota)...
A - Grande arroto S.
S - Obrigada A.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Julgamento Popular



Dia de demonstração de Karaté da mais velha, tudo normal.
Entrámos no carro e aí vamos nós, ela ansiosa eu orgulhoso como sempre.
À chegada, lugar para estacionar mesmo à porta, bem bom, não é para todos.
A meio da manobra de estacionamento, dou-me conta que se calhar não calculei o espaço disponível da melhor maneira, os sensores de estacionamento começam a apitar todos ao mesmo tempo, o carro está numa posição que quer andasse para a frente ou para trás, os avisos sonoros já não se davam ao trabalho de se "calar".
A mais velha já passada (ansiedade, pensava), eu, com falta de lucidez para me ir embora dali, e procurar a tranquilidade de um estacionamento em espinha, que abundava a 30 metros de distância, nããããã, tinha que ser ali.
Ahhhhhhhhhhhhhh, não há almoços grátis. O lugar era bom demais para ser verdade, por esta altura,  seria preciso um numero considerável de manobras ao som de piiiiiiiii, piiiiiiiiiiiiiiii, piiiiii, para que o carro ficasse bem estacionado.
Para ajudar à festa, chega o "Murphy", apercebo-me dum princípio de ajuntamento popular,  a sensação que tenho é que aquele "ruido" não fazia parte do  habitual, torce, torce, distorce...  Que nos é tão típico.
Abri o vidro para confirmar o meu receio, não fosse mesmo alguém estar a ajudar-me no estacionamento e eu a ser injusto com esta minha mania da perseguição.
Oiço as primeiras palavras da simpática senhora sentada no muro mesmo ali ao lado, "...como ele tem muito, pensa que não custa aos outros.", demorei uns segundos a encaixar aquele comentário, tanto que já me lembro dos que vieram a seguir, e não foram poucos.
Estava a conduzir um Mercedes, atras de mim um Corsa à frente um Matiz.
Apercebi-me que para aquela pessoa, era aquele um camelo que por ter um Mercedes estava a bater no carro da frente e no de trás, só porque sim, porque tinha um Mercedes.
Estava a sofrer do mesmo tipo de julgamento que eu próprio fiz tantas vezes ( se calhar ainda faço, involuntariamente ), quando via alguém que conduzia um carro cujo preço me obrigaria a trabalhar anos e anos consecutivos exclusivamente só para o comprar, fazer alguma manobra que ia contra aquilo que alguém com carros inferiores não conseguia fazer (ou se calhar conseguia mas como o carro não era tão XPTO o foco não era tão grande).
A mais velha em pânico, e o palerma do Mercedes decide sair do carro, começa a confrontar a "população", primeiro a senhora do comentário, disse-lhe algo do género, "A senhora por acaso conhece-me de algum lado para estar a falar comigo dessa maneira?", ela, "nem quero conhecer", eu,"Então não fale comigo sff", nisto aparece o galo do poleiro e por azar dono do Corsa, "o profissional não consegue estacionar o carro. ", Discuti com ele de uma forma assertiva que quase me deixou orgulhoso, "...vou chamar a polícia" dizia, e eu "força", a multidão vibrava e a mais velha chorava.
Momento de lucidez, calo-me e tento sair dali, ao som da sinfonia dos sensores de estacionamento e do coro do ajuntamento feito em minha Homenagem.
Carro estacionado,  altura de enfrentar a justiça popular. Encho o peito de ar, pego na mais velha e seguimos caminho.
À minha espera a dona do Matiz (O do Corsa nem vê-lo), senhora de meia-idade, com tamanho suficiente para me obrigar a estar atento a movimento bruscos.
"Riscou-me o carro..." diz-me, e eu "Peço desculpa, como quer resolver a situação?..." "Deixe lá, o carro já é velho, logo falo com o meu marido mas deixe lá..." "tem a certeza ?..." disse-lhe eu, "Sim, deixa lá...",  WTF ...... Tanta merda para isto ? Vai um gajo preparado para a guerra, e o primeiro adversário é uma senhora com uma atitude destas???!!!! Pode ser que a coisa ainda se componha.
Agora a multidão e o do Corsa, preparo-me, com algum receio (medinho)  admito. O do Corsa nem vê-lo (menos mal) a população olha mas não diz nada, porreiro só falta acalmar a mais velha.
A demonstração correu bem, ela acalmou e eu continuei orgulhoso dela e de mim. Aproveitei para explicar-lhe a ela e a mim que não devemos julgar ninguém antes de conhecer e não devemos criar imagens sem conhecimento da realidade. Não conseguimos mudar os outros, mas nós podemos mudar.
Acho que lhe mostrei também que devemos assumir os nossos erros e prepararmo-nos para enfrentar as consequências, venham elas com justiça e educação.
 
Já agora, o Mercedes não é meu, é emprestado como diz a mais nova.
 
Ahhhhhh, o do Corsa lá apareceu, passei por ele algumas vezes, provavelmente não me reconheceu, eu não estava ao volante do Mercedes e estava vestido pior que ele. Ainda bem que não fui de fato e gravata.
 
Astronauta

 
 

 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Inconfessáveis #10

Todas as manhãs (de trabalho) agradeço, ao espelho, por ter descoberto o belo efeito da Maquilhagem. A melhor amiga de uma mulher de 3x errrr 40.

Ano Novo

O que mais me entusiasma com a chegada de um Ano Novo? Planear e marcar FÉRIAS. Normalmente é a minha tarefa do primeiro dia de trabalho do Ano. Já me antecipei que as de Fevereiro já estão!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

O Mundo é uma aldeia...

E a internet também.
Andava  ela (a Papoila ) a desabafar aqui por estas bandas....

Farta do excesso de visibilidade que tem o Facebook, tomou a seguinte decisão que passo a detalhar, pensando ser esta a sua intenção;

A intenção:
Anonimamente, despejar da cabeçinha (pensadora) de conteúdo (muito) que precisa de ser libertado.

A forma:
Escrever um blog

Resultado:
Apanhada em grande. (Por mim)

Erros:
Tentar ser anónima na internet.
Ter um blog sem ser completamente privado. 
Responder a outros blogs com o nick que poderá reencaminhar qualquer pessoa directamente para o blog dela.


Lições a tirar:
Anonimato na internet não existe.
Escrever posts tão explícitos, que qualquer pessoa que a conheça minimamente a irá identificar.

Efeitos colaterais:
Aqui estou eu a cometer exactamente os mesmo erros J

Ah ah ah
Here we go.

Astronauta.
 
 
 
 

domingo, 14 de dezembro de 2014

Mundanices da Papoila

Quando criei este blog, com a intenção de despejar algumas parvoíces que me vêm à cabeça, decidi que não o divulgaria. Não é minha intenção ter um blog conhecido e também considerei entre o tornar privado ou público.
Acabei por o deixar aberto crente que o que escrevo não despertaria interesse a ninguém, a não ser a mim.
Assim sendo, não falei dele a ninguém das minha relações. Tinha receio que ao virem aqui eu ficasse contida no que escrevo. (À imagem do meu FB em que penso 50 vezes antes de colocar um post).
Sei que ao comentar alguns blogs mais famosos com o meu nick Papoila, algumas das minhas pessoas, que leem os mesmos blogs que eu, poderiam cá vir parar e ver logo quem era a autora. Muitas vezes ao comentar pensava 2 vezes se usaria o anonymous ou o nick...mas fui deixando o nick algumas vezes.
E eis que...não se consegue ter segredos para quem connosco partilha a vida faz 17 anos...
Ontem no jantar surpresa Dele, acabou por confessar que desconfiava da festa (depois de tanto cuidado que tive) mas não me dizia a pista que eu tinha soltado...até que nas meias palavras me apercebi que ele já me andava a ler...

Para concluir... este blog já não é só meu e conhecido por mim...e assim acho que este diário será mais rico com a participação do Papoilo cá da casa.
Daqui em diante será escrito a quatro mãos e talvez mudemos o nome e os nicks.
Venham os posts Dele.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Da Maratona dos Aniversários cá de casa

Depois do meu e da A., em Novembro, chegou o dia do Amor Menino das nossas vidas.
O bolo e os nossos mimos esperam por Ele. O escolhido, para nos adoçar neste dia especial, foi o campeão "de vendas" da última temporada. Chocolate e Frutos Vermelhos (Gluten Free).
E o que eu adoro o cheiro a bolo de chocolate espalhado pela casa?


segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Fotografias

Temos fotografias espalhadas por todo o lado. Não impressas como gostaria, mas espalhadas por telemóveis, clouds, PCs e um pequeno disco externo onde tento (e não consigo) organizar todas as nossas fotografias.
Deveria sim, ter tudo organizado (por ano e mês) num único sítio que depois teria o seu devido backup...pois devia...e gostaria....

p.s. Isto tudo porque andei à procura de uma fotografia, do nosso casamento, para a festa surpresa dos 40 dele (sim..3 aniversários em 4 semanas, cá por casa, ufa)

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Do desfazer das coisas

Tenho uma mania, desfazer-me de coisas. Talvez por ter uma mãe "acumula tudo" eu enveredei pelo caminho inverso. Livro-me de tudo...até demais.
A minha mãe guarda tudo porque "um dia pode fazer falta". Eu livro-me de tudo porque o acumular coisas, que não utilizo, me faz "impressão". Na realidade o arrumar e limpar também me ajuda a limpar e organizar por dentro...manias... como disse acima.
Mas as mudanças por vezes são cíclicas e agora choro os endredons que dei e tanta falta me fazem...por vezes devia resistir ao impulso de dar e de me desfazer imediatamente de todas as coisas que acho que não vamos utilizar, dar-lhes mais um tempo. Vou praticar e ver como resulta.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Loucas são as noites

que passo sem dormir.
Filha mais nova com tosse ininterrupta e vómito à força de tanto tossir.
Pai com muita tosse entre a cama e o sofá. Um sinfonia portanto.
Correr a fazer chá com mel para ele, água morna com mel para ela.
Principalmente a noite sentada na cama dela ou com ela ao colo.
Zombie and crushed heart mode!

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Do trabalho

Não trabalho num formato mais comum (sitio e horário fixo). Sou uma espécie de caixeira viajante e fico muito contente quando, entre espaços na agenda, encontro sítios (neste caso um CC) onde disponibilizam condições para trabalharmos.
Relativamente calmo, com o Starbucks ou as Work Sation (energia e wi-fi).

Excelente!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Compras Dele

A S. precisa de uns ténis. Tentei ao máximo esticar os que tinha mas já não entram bem no pé.
Ele ia a um Centro Comercial à hora de almoço e peço:
"Ténis para a S., tamanho 22, de Inverno e com fechos em velcro"
Passada a hora de almoço pergunto pelos ténis e tenho uma mensagem no Wahtsapp, a foto dos ténis e a dizer "não me moas, são uns míticos Stan Smith"...
Uns Stan Smith BRANCOS, BRANCOS????....para uma miúda de 3 anos calçar de INVERNO???...Eu sofro...Eu sofro...

Adenda: No dia seguinte uma caneta vermelha nas mãos da S. fez o restyle dos belos ténis brancos...

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Novembro

Novembro ainda nem chegou e hoje já não conseguíamos arranjar espaço nos nossos Fins de semana para dois almoços/jantares com amigos.
Ainda não estamos na época dos almoços-jantares de Natal e já estamos nisto?
E tantos amigos/primos com quem quero combinar um encontro?
Os Fins de Semana são sempre insuficientes.
Também não ajudará que três, cá de casa, celebram aniversário até ao fim do ano!

domingo, 26 de outubro de 2014

Do FDS

Estava a precisar, desesperadamente, de acalmar a roda vida em que tenho andado. E foi hoje. Finalmente um domingo todo em casa que me deu um excelente balão de oxigénio.
Brincamos, cozinhamos, estudamos, Ele fez umas compras e começou uns pequenos arranjos que andam à espera faz tempo.
É bom sair, estar com os amigos, receber amigos, fazer programas...mas existem dias que preciso mesmo deste modo "toca" para restabelecer o equilíbrio.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Mudar de País

Ainda em "choque" recebi, esta semana, a noticia que novamente uma das minhas grandes amigas vai sair de Portugal com a família.
Sabia dos planos mas não me mentalizei que iria mesmo acontecer e este tema ainda está a mexer comigo.
Já são muitos os amigos e colegas de trabalho, faculdade, etc que vejo saírem de Portugal. Uns vão e ficam, até mesmo mudando de vida por lá, outros vão trocando de país e ainda há os que regressam.
Eu sinto uma mistura de sentimentos, alegria pela aventura destas pessoas, tristeza porque cada vez tenho menos amigos por perto e acabo num será que estou a perder alguma coisa em ficar?
Na brincadeira digo que alguém tem que ficar com as chaves mas é muito estranho ver este volume de pessoas a saírem fronteira fora.
No carro, viemos mais uma vez a falar deste tema e acabamos por voltar ao nosso ponto de partida.
Enquanto este País nos permitir viver com dignidade ficaremos porque é aqui que gostamos de estar e é aqui que gostaríamos que as nossas filhas crescessem (sem pensar no que o futuro lhes reserva aqui...adiante). No caso das coisas complicarem verdadeiramente e começarmos a ter necessidades então lá deixaremos as chaves a outrem...
Até lá é desejar toda a sorte aos que vão e que sejam felizes.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Ao jantar

Falávamos de desentendimentos e de como se deveriam resolver logo, antes que o incómodo entre as pessoas aumente, e a situação se torne mais desagradável.
E então temos a A. (7 anos) a contar que na escola resolve logo os aborrecimentos com a melhor amiga, dizia ela que basta um minuto as duas sozinhas para ficarem bem que não servia de nada os amuos.
Que não se aborrece quando brincam ao foge da A., que gosta fica lá a dançar enquanto fogem dela e se ri...
Olhamos um para o outro e sentimos em comum orgulho nesta miúda cool, de bem com a vida e com os amigos. Que gosta de estar bem com todos, sem escolhas e sem seguir muitas modas (imaginem que nem vê a Violletta, diz que que não acha graça e prefere ver outros programas na TV).

Espero que a pré e a adolescência não a estraguem muito....

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Curtas

A vaga que me tirou o fôlego por semanas começa a aliviar (esperemos). Ainda demasiadas precauções, uma das minhas partes não é diagnóstico mas a esperança de calmia começa a aparecer.
Voltei ontem de Amsterdão, depois de uma semana de formação e um fim de semana com Ele. Namoramos e aproveitamos Amsterdão...tão bom.
Regressamos cheios de saudades Delas.
Elas que me tiveram quase duas semanas fora de casa não me largam e eu tenho saudades das nossas rotinas.

Volto depois com mais tempo e fotos e afins (I hope so)!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Do FB

E aqueles que digitalizaram todas as fotos de toda a família quando eram bébés e já fizeram dezenas de posts...F&%$#" . Cum C&%#"! que quero lá ver 50 fotos delas de meias de rendas, mais a tia e a avó e o primo e o C%$#""

Quando se inicia uma corrente as pessoas não param...síndrome da ovelha...

terça-feira, 30 de setembro de 2014

domingo, 28 de setembro de 2014

Constato #5

Que detesto aterrar em Lisboa vinda de Sul. A vista é muito mais bonita mas o baloiçar do avião até entrar na pista dá-me cabo dos "nerves"...Nesta altura penso sempre que devíamos ter um aeroporto num "descampado".
Depois os 20 minutos que demora do aeroporto a casa fazem-me esquecer esta ideia!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Miminho do Dia

Receber as fotos da sessão que fizemos com a Mariana Sabido.  É a segunda sessão que fizemos com ela e sempre com aquela magia que só a Mariana imprime nas suas fotos.
A desejar o tempo para organizar as que vão para o tão esperado mural das escadas e também para o quarto Delas. O difícil vai ser mesmo escolher.

Viagens #2

A preparar uma pequena mala para 2 dias em Madrid. A deixar memos para Ele organizar a casa e as rotinas Delas. Eu vou, mas o coração fica sempre cá.
Hala Madrid!

domingo, 21 de setembro de 2014

Como se viaja com o coração espremido?

Esperam-me duas semanas de viagens em trabalho. Madrid e Amesterdão.
As rotinas cá de casa organizam-se com a ajuda preciosa da avó o que me alivia a preocupação de estar fora.
No último fim de semana em Amsterdão ficou marcado um fim de semana a dois, muito desejado.

Mas como se viaja e se aproveita quando as noticias dos meus mais queridos não são as melhores. Quando a saúde dos nossos está afetada como encontramos vontade e coragem?

Não sei, vou continuar a desejar muito que esta vaga tão grande alivie logo.
Só assim se consegue saborear os dias e a vida em pleno.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Mundanices #11

Primeiro dia de TPCs e já está a correr mal, muito maaalllll. Muitas horas de paciência, muitaaaaa paciência me espera...

Constato #4

Que quando digo "Estou a TRABALHAR em casa (ou a partir de casa)" as pessoas ouvem "Estou em casa"....

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Tiradas da S.

3 anos e a tentativa de registar tesourinhos:

- "Ohhh Rosquinho" - Como chama ao pai quando lhe quer dar mimos (na verdade seria cachorrinho
- Depois da primeira ida ao cinema diz com a mana que na próxima quer "picocas" (também diz "pacagaio")
- Ao vir da escola fala da história do "lôgo" mau
- "Pacagaio"
- Madica Estrogáfica


Post em atualização

terça-feira, 16 de setembro de 2014

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Depois

existem aqueles momentos que o sol brilha.
Enquanto fazemos o jantar juntas e eu lhe digo "Adoro-te filha" e ela olha com a cara de lado, olhinhos de mel e diz "Ohhh mãeeee!"

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

E quando uma vaga

parece começar a passar, eis que chega outra. De novo com um ente querido no hospital e eu em ansiedade à espera de resultados de exames. A desejar, muito, que este mar acalme logo....Resta-me suster a respiração e esperar.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Constato #3

Que o meu e-mail é um monstro sempre em débito...nunca lhe vejo o fim....nem aos e-mails que recebi durante as férias que o volume diário é por demais...ohhh coisa chata

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Vagas

Comparo muito a vida com o mar. De vagas...
Aproveitamos o espaço entre elas para apanhar sol, respirar e ser felizes...para encher o peito de ar para as vagas que nos levam abaixo. É suster e desejar que passe rápido.
Ontem recebi a noticia que a minha mãe se sentiu mal e foi para o hospital, foi uma noite e serão uns dias de suster a respiração, de ansiedade, de coração nas mãos. Esperar e desejar que esta vaga não demore a passar e que ela se restabeleça bem.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Férias de Verão 2014









As nossas férias de verão demoraram a chegar, demoraram mesmo mas vieram e trouxeram das melhores férias dos últimos anos. Foram férias de:
- Acordar sem horários e ficarmos os 4 na cama a ver os desenhos animados da RTP 2 (a Abelha Maia) até que a fome apertasse
- De tomar o pequeno almoço no maravilho Monte do Adaíl e a única decisão seria praia ou piscina
- De regressar à minha adorada Costa Alentejana e às praias do Almograve (minha infância), Furnas e Aivados
- De passar dias na praia com amigos e primos a dar muitos mergulhos, a construir castelos na areia e explorar as rochas
- De ir e sair da praia sem hora
- De comer na praia ou petiscar ao fim do dia
- De comer gelado na Mabi
- De dormir algumas noites com água do mar e areia no corpo
- De Nós (Pais) vermos 3 seasons do Downton Abbey
- Das Manas serem ainda mais Manas
- De regressar a Lisboa e receber a visita da Tia e do Primo
- De passear por Lisboa (ir ao Castelo de S Jorge e Jantar no Terreiro do Paço)
- De fazer uns dias de Praia com a Avó
- De guardar recordações com uma mini sessão da talentosa Mariana Sabido

...E foram tão, mas tão boas.


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Constato #2

Que sou uma pessoa muito, mas muito mais feliz:
- Com Sol, Mar e Areia no corpo
- De férias com os meus 3 amores (e os encontros com a restante família e amigos)

De Volta

Depois de duas semanas excelentes, das melhores férias dos últimos anos, hei-nos de regresso à vida das rotinas e de estarmos mais tempo longe uns dos outros.
O OOF do e-mail é desligado e o despertador de manhã toca e toca.

A começar pelos 766 e-mails à minha espera e esta semana regresso com as fotos e uns updates aos últimos tempos.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Viagens

Tantos posts em atraso e trabalho também. Por isso desta vez a ordem cronológica dos temas vai ter alterações. Esta demora deveu-se também a uma viagem de trabalho a Seattle com escala em Filadélfia.
Desta vez aproveitamos a escala para um almoço rápido e ver um pouco da quente Philly.
Seattle teve uma semana de excelente tempo e o fds que antecedeu o evento foi dividido entre um dia pelo Outlet (e a loucura do meu cartão visa) e também uma visita a uma ilha perto de Seattle.
Na ilha temos um espetáculo índio e um almoço com salmão grelhado de forma tradicional.
A ilha é linda, com praia e vista para o Monte Rainier cheio de neve.
Nestas alturas tenho sempre sentimentos contraditórios. A alegria e o privilégio de poder estar ali mas também a saudade de não poder partilhar com as outras 3 metades que me faltam.
Mas foi uma excelente semana em Seattle, as usual :). Ficam as fotos (do telemóvel) para atestar.



 
Em cima Philly
Em baixo Seattle
 









O Clássico Cheesecake Factory

quarta-feira, 23 de julho de 2014

O que saiu da minha cozinha hoje



Em 45 minutos:
  •  Salmão no forno (acompanhado de arroz de cenoura e salada)
  • Bolo de pêra e canela que foi acompanhado por uma bola de gelado de baunilha.
A magnifica receita do bolo veio daqui:
http://frango-do-campo.blogspot.pt/2014/07/bolo-rustico-de-ameixas.HTML
Adaptei com as pêras que estavam demasiado maduras (mais algumas alterações) mas ficou fofinho e delicioso. Quero repetir esta receita com outras frutas.

Adoro quando consigo cozinhar rápido e fica tudo saboroso!

domingo, 20 de julho de 2014

Das Férias Delas

 
Tinha este post nos Drafts (e tantos nos Drafts da minha cabeça, tão bem feitinhos que não conseguem passar diretamente de lá para aqui), assim sendo e antes de prosseguir para os restantes em queue, vamos a este.

As férias das minhas filhas em nada são como as minhas quando tinha a idade delas e isso dói-me, dói-me muito e tento minimizar o "esforço" delas ao máximo.

Eu, tendo uma mãe em casa a tempo inteiro, uma rua cheia de amigos para brincar. Tias e primas disponíveis, tinha os verdadeiros 3 meses de férias de Verão. Eram passados sem horários, a maioria debaixo do sol abrasador do Alentejo, mas onde a imaginação para brincar levava a melhor (e os livros que devorava nas horas mais "paradas").

As minhas filhas têm os míseros 22 dias de férias/ano dos pais, porque a mãe (e as mães dos primos e amigos) trabalham a tempo inteiro e porque a família que poderia ficar com elas, infelizmente não consegue dar esta rede de apoio que gostaríamos.

Assim sendo elas mantêm o mesmo horário e vão para o mesmo sitio nas férias "grandes" de Verão. A S. continua a ir para a mesma creche, a A. para o ATL dentro da própria escola...e isto dói-me, dói-me que as minhas filhas não tenham férias à grande, sem horários e muito longe da rotina diária.

Este ano e sendo a A. já crescida pedi aos tios, com mais disponibilidade, uma semana com eles. Foi bom, muito bom. Agora espero que a S. cresça para que consiga que elas possam cortar a rotina, um pouco mais, neste longo e saboroso período de "férias grandes".

Até lá é contar os dias que nos faltam para as 2 semanas de Verão juntos, sem horários e sem rotinas. Livres!







quarta-feira, 16 de julho de 2014

Mundanices #10

Top 3 (vá 4) do que mais me ajuda a relaxar (e a sentir o stress a ir embora):

1 - O abraço Deles (as)
2 - Um banho
3 - Um livro
4 - Praia (mar)

terça-feira, 15 de julho de 2014

Inconfessáveis #8

Em modo de desabafo...existem dias que o meu trabalho é insano...especialmente com colegas de férias...e eu ainda me faltam 30 dias... buáaaaa
Assim que consiga respirar tenho que falar num par de horas de relax por Évora e das Férias Delas...I'll be back...assim que consiga respirar fora da insanidade :)

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Inconfessáveis #7

Tanto, mas tanto trabalho...e a cabeça só está na escapadinha do próximo fim de semana e nas férias a 15 de Agosto...preciso, preciso muitooooo.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Douro




Finalmente o post sobre o nosso passeio pelo Douro.
Aproveitamos o fim de semana prolongado de Lisboa (13 a 15 de Junho) e fomos conhecer o Douro juntos (a 4).
A S. já começa a estar numa idade que fica confortável levar nestes passeios (com menos birras :)) e para a A. é necessário pela curiosidade dela e para enriquecimento da sua vivência. Acabou por ser para ela também o descontrair no fim do período escolar.
Para os 4 foi a alegria de tempo de qualidade juntos, sem rotinas e a conhecer e ter experiências novas.

Eu, sendo do Sul, conhecia apenas o Douro de passagem para visitar a família Dele. Ele também ainda não tinha todas as experiências desta parte linda do nosso país. O Douro andava-me a piscar o olho faz tempo.

Decidimos que seria a nossa próxima escapadinha. A escolha do sitio fez-se no meu site preferido de sempre:
www.wonderfulland.com e recaiu na Quinta da Pacheca.
A quinta é linda, o quarto muito confortável e a equipa muito atenciosa.

No primeiro dia ficamos apenas pela quinta a aproveitar a beleza da paisagem e do sitio. Já tínhamos parado em Viseu para almoçar e decidimos descansar o resto do dia depois da longa viagem.

Sábado rumamos ao Pinhão, fizemos o passeio de barco até ao Tua e no Tua apanhámos o comboio de volta ao Pinhão.
Adorámos, foi uma viagem linda e elas estavam encantadas.

A tarde foi passada na Quinta com uma mostra da mesma e prova de vinhos.

O jantar foi na Régua no muito bom http://www.castasepratos.com/.

Domingo foi dia de visita à família em Vila Real, estar tempo com os nossos e matar saudades.

Ficou a certeza que queremos fazer muitos destes passeios a 4. E Portugal aqui tão pertinho com tanto para ver!


domingo, 22 de junho de 2014

Inconfessáveis #5

Nem sei que é pior (até sei), se ter as miúdas a ver o Disney Júnior se as avós a ver a programação da TVI (os de domingo à tarde e à noite com todas aquelas cantorias, que música não podemos chamar)...Helppppp

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Casa #2


A vista da, janela da cozinha, ontem, ao entardecer!

Livros #2


No feriado do 10 de Junho, fomos passear até à Feira do Livro. Indo com crianças e estando muito movimento não consegui "escolher" nada para mim. Na realidade tenho que mudar um pouco já que ando a seguir a mesma tendência faz algum tempo. Mas e agora por onde re começar? Gostaria de me dedicar um pouco mais a autores portugueses e acho que o caminho será por aí.

No rescaldo da feira 3 livros para elas e espero que mantenhamos esta tradição anual.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Pensamentos Parvos

Reparo nas fotos das princesas europeias que não pintam as unhas...ou melhor se pintam é transparente. Todas bonitas e elegantes mas a unha pintada é que não...será que faz parte do protocolo? :p

Casa #1

E entrar em casa e ter este cheirinho a alfazema à espera? Tão bom!

Tiradas da A.

Esta miúda tem tantas pérolas que é uma pena eu não registar (antes que me vá esquecendo) para a posteridade:

- Mãe a "imprimideira" está sem tinta!
- O nosso presépio não tem "Reis Magros".
- Estou tão contente, amanhã é a "Primeira Comuniuão" do primo RP.
- Oh mãe aquele caracol no muro está com os "tentáculos" de fora....
- Mãe, Pai olhem ali o metro! (por acaso era o teleférico....)


Estas são só as que me lembro agora, irá ser um post em atualização.
(Pena que já me tenha esquecido de tantas).

Btw (pérolas aos 7 anos, imaginem o que ficou para trás...verdadeiros tesourinhos)

domingo, 1 de junho de 2014

Mundanices Delas #5

A fada das chuchas passou cá por casa esta semana. Apesar de ter sido acordado com a S. e de ter trazido as bonecas que ela queria, a primeira noite foi muito difícil. As seguintes já foram sem pedir a amiga do conforto mas está muito agitada e custa a adormecer.
É mais uma fase e cada noite vai melhorando.
É mais uma fase em que a minha bébé o está a deixar de ser. O último reduto foi conquistado, depois das fraldas...a chucha.
E o que me custa vê-las crescer e saber que não mais terei uma bébé por casa (a não ser quando for avó) aiiiiii

terça-feira, 27 de maio de 2014

Mundanices #9

Das coisas que mais me "encanitam" (maravilhosa expressão roubada da grande SMS - http://coconafralda.clix.pt/) é perder tempo. O tempo é algo tão precioso e quando me atrapalham a vida assim para nada fico azeda.
Hora de almoço uma passagem rápida no supermercado Conti... para comprar leite e pouco mais. Uns 15 minutos e estava despachada pensado que com o supermercado vazio na caixa seria a voar.
Pois não...não haviam muitas pessoas e caixas abertas também não grrrr. Meia hora de fila na caixa...Grrrrr

Em contrapartida um excelente serviço prestado pelo "meu talho". Do carro um telefonema de breves minutos com a encomenda do que queria e em menos de uma hora a entrega em casa.
Sem espinhas!

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Por cá

Constipações x4 e fins de semana muito ocupados. É o que dá sermos de famílias numerosas, as festas nunca mais acabam.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Mundanices Delas #4

Hoje a mais Crescida pediu para nos sentarmos todos na sala após o jantar.
Tinha uma canção para nós. Começava assim:
"Adoro-vos família...."
A letra era linda e é difícil não ficar emocionada e orgulhosa desta miúda.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Mundanices Delas #3

A mais Crescida, ontem teve consulta de Higiene Oral. Enquanto a via na cadeira do dentista pensava no orgulho que tenho desta menina. Corajosa, Cool, Amiga. Um doce de menina (quando não me mete os cabelos em pé!).
A mais Pequenita, hoje de manhã, não nos deixou sair de casa sem dançar agarradinhas e rodar. As gargalhadas e os olhos brilhantes!

São o melhor do meu dia, do meu mundo, da minha vida (quando não me metem os cabelos em pé já disse?!). E eu sou tão, mas tão mais feliz por as ter.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Mundanices #8

Este ano tenho que trocar de carro de serviço. Posto que me aborrece andar de volta de configuradores de carros, peço a Ele (que normalmente gosta mais do tema) que me ajude nesta tarefa. Sendo o carro 50% do meu escritório e também carro da Família tinha 4 requisitos:
- Bluetooth (Kit Mãos Livres)
- GPS
- Sensores estacionamento
- Vidros escurecidos e/ou cortinas nos vidros traseiros

Recebi várias configurações de algumas marcas...guess what?
Carros todos bonitos, apetrechados com todos os kits de estética desportivos...alguma das funcionalidades que pedi?
NOT!

O que vale é que hoje Ele cozinhou um jantar delicioso...E ter um Lindo sorriso...

Mundanices #7

É certo que tenho frio e que os pés estão molhados mas adoro o cheiro a terra molhada. Este cheiro de água em cima da terra quente faz-me lembrar tanto, mas tanto, o meu Alentejo.

domingo, 18 de maio de 2014

Ler #1

Ler e livros sempre foram uma das minhas maiores paixões. Terá direito a vários posts certamente.
Infelizmente quando comecei a trabalhar e a ter que ler livros técnicos, o tempo para a minha leitura favorita foi escasseando e eu comecei a dedicar-lhes muito menos tempo do que gostaria.
Depois vieram Elas e o não poder ter a luz acesa no quarto fez com que eu evitasse ainda mais este meu grande prazer. Posso dizer que se preciso de desligar e relaxar, deem-me um ambiente silencioso e um livro para as mãos...e eu sou feliz, muito feliz.
Por norma vingo-me nas férias e pelos menos 2 livros costumam sair.
Se puder juntar 2 paixões ainda melhor, Livros e História, sendo então os romances históricos os meus preferidos.
O senhor da imagem de cima está à demasiado tempo na mesinha de cabeceira por isso este mês impõem-se que vá descansar no seu lugar da estante.
Em Setembro chegará o último desta trilogia.
Mal posso esperar!

#WorldBakingDay


Um bolo ao fim de semana é das coisas que mais gosto de fazer. Sendo o dia do #worldbakingday, hoje não podia faltar.
A inspiração veio do maravilhoso http://asnovenomeublogue.clix.pt/ e a casa ficou com um cheiro delicioso a bolo de chocolate.
Algumas (pequenas) alterações:
- Usei açúcar de côco
- Farinha de arroz
- Ovos Bio
- Nozes Bio Picadas

Fez a delicia de miúdos e graúdos.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Mundanices #6

Gosto quando os serviços nos facilitam a vida num simples click. Hoje em 2 clicks (nos portais de serviços das entidades/empresas que precisava) consegui marcar uma consulta e encomendar os sacos e filtros do aspirador.
Poupei um telefonema demoradíssimo e uma ida a uma loja fazer compras (chatas).
Just Love it!

Mundanices #5

Não conseguir ir deitar-me sem passar no quarto Delas.
Aquele último beijo, na pele quente e macia. Elas entregues aos braços de morfeu...lindas e serenas...Enche-me de paz.

terça-feira, 13 de maio de 2014

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Opiniões

Existem pessoas que admiro e que têm opiniões fortes. Fortes e que defendem a 100% as causas ou temas que acreditam.
Durante bastante tempo até me sentia insegura perto delas, porque eu fui sempre mais de incertezas, de questionar...
Agora com 39 anos, de caminho, alguma aprendizagem e crescimento aceito-me e gosto (bastante) de mim. Da minha forma de não defender grandes causas a 100%.
Isto porque a vida já me mostrou, inúmeras vezes, que o que hoje é, amanhã poderá não ser. A certeza de hoje passa ao talvez de amanhã. Também acho que o que se aplica a uma pessoa dificilmente se aplica a todas as outras na mesma proporção. Tem que haver espaço param gerir mudança, para aceitar que a vida tem os seus caprichos e que todos somos iguais mas muito diferentes.
Acima de tudo respeitar e aceitar que cada um faz as suas próprias escolhas com aquilo que se sente bem e confiante.

domingo, 11 de maio de 2014

Da cozinha



Fui obrigada a começar a cozinha por necessidade, faz bastantes anos, após a minha independência da casa da Mãe.
Cozinha foi algo que nunca me apelou e para a qual não nasci com vocação. Eu é mais comer, na realidade petiscar e provar, conhecer sabores e o prazer que nos dá.
Passados tantos anos de cozinhar por necessidade já me desenrasco na cozinha e dou por mim a dar conta que evolui muito.
Mesmo assim cansa-me a rotina de ter que cozinhar (e preocupar-me com o tema) todos os dias...mesmo...
Depois há dias como os de hoje, em que cozinho com gosto (e com tempo) para os meus e sinto que cuido deles e de alguma forma também retirei prazer deste verbo.
(Panquecas de mirtilos e morangos (Bio); Favas (bem regadas) à moda da Mãe; O dia terminou com uma pizza e sopa de espinafres)

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Inconfessáveis #2

Se tivesse tempo para isso, tirava um dia, só para ver episódios seguidos do MasterChef Austrália...oh Guilty Pleasure...e a fome que aquilo me dá. Depois abro os armários e o frigorífico e é tudo tão sem graça Ohhhh.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Inconfessáveis #1

Aqueles 15 minutos em que lhes digo que vou tomar banho e me fecho na casa de banho, em silêncio, com o telemóvel a ver os meus Blogs, o Insta e o FB.

Uma pessoa necessita de uma pausa....

terça-feira, 6 de maio de 2014

Do Dia da Mãe

Os abraços Delas, aquele abraço quente, sentido, o calor daqueles bracinhos pequenos.
Saber que Elas tornam o meu mundo melhor, colorido, louco, cansado, rabugento, feliz e cheio.
As prendas delas feitas com tanto carinho, o miminho dado pelo Pai.
E estar com as nossas mães.
That's it. Simples e tanto. O mundo cabe mesmo na palma da mão.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Companhia

Hoje tenho companhia para (tentar) trabalhar. Uma pipoquita com febre e os vídeos da Porquinha Peppa já aqui ao lado...auchhh

terça-feira, 29 de abril de 2014

Piscinas

Muitos dos meus dias (como provavelmente de muitas pessoas) são feitos a fazer "piscinas". Não tenho um trabalho sempre no mesmo sitio (com tudo o que tem de prós e contras) o que me faz andar muito (e muitos Kms) de carro.
Hoje tinha uma ida a um cliente longe (uns bons 40 a 50 kms), a caminho o carro, que tinha revisão marcada para a semana, começa a dar problemas...ahhh logo a começar o dia...
Toca a pensar a agenda, o dia e como encaixar tudo.
1 - Ligar para a ALD (marcar oficina e carro de substituição)
2 - Seguir para o cliente e ligar para ver se conseguia encaixar a reunião de almoço (tivemos que mudar o lugar para que não fizesse ainda mais kms com o carro assim)
3 - Almoço a focar no essencial e a olhar para o relógio (tic tac) para conseguir fazer o resto do dia.
4 - Seguir para  a oficina e ligar para pedir o táxi que me levaria a buscar o carro de substituição
5 - Deixar o carro na oficina e passar a tralha toda para o táxi (tralha do porta bagagens, cadeiras  e tralha Delas)
6 - Seguir no táxi a abrir com o condutor sem cinto (que estava cheio de pressa)
7 - Buscar o carro de substituição (taxista larga as minhas tralhas à porta da rent a car e vai embora)
8 - Alternativas do carro mal cabiam as cadeiras Delas ...aiiii (quanto mais as tralhas que estavam no porta bagagens - tapete e edredon para limpar)
9 - Seguir para casa para conseguir trabalhar um pouco
10 - Passado uma hora apanhar a Mais Crescida na escola
11 - Mais uma viagem até ao dentista
12 - Regressar a casa para o próximo turno (a Mais Nova com febre, banhos, jantar)
13 - Agora trabalhar para repor as piscinas do dia
14 - Ufa...Quero ir ler o meu livro na caminha e dormir :)

segunda-feira, 28 de abril de 2014

domingo, 27 de abril de 2014

Séries

Em miúda era uma viciada em televisão e livros (apesar de viver no Alentejo e brincar imenso na rua). Com a chegada da vida adulta, do trabalho e mais tarde dos filhos, o tempo foi sendo cada vez mais escasso para a televisão, o cinema e os livros.
Os livros são uma paixão por isso terei que lhes dedicar apenas um post.
O cinema começou a ser cada vez mais escasso com a chegada Delas, e a ficar numa média de uma ida por ano (auch).
Felizmente e aproveitando babysittings muito pontuais estamos a regressar ao cinema aos poucos.
O que sobra de tempo quando Elas se deitam (mais cedo que nós) foi para as séries (os filmes são mais longos e acabariam muito tarde).
Assim sendo, aqui fica o meu TOP (sem ordem de preferência e referindo que algumas séries famosas ainda não me estreei):
1 - House of Cards
2 - The Killing
3 - Vikings
4 - Homeland
5 - Game of Thrones

Lugar vitalício para Grey's Anatomy.

Blog

Tantos posts que gostaria de escrever. Gostaria de manter pelo menos um post por dia.
Muitas vezes vem-me os temas e os textos à cabeça, mas depois não tenho o computador a jeito ou tempo e ficam por escrever.
Vou anotando os temas para voltar a eles assim que possa.
Outra coisa acerca do blog, tenho que tornar o visual mais bonito.
Work to do!

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Mundanices #4

Uma pessoa sabe que anda a dormir pouco (ou anda mesmo cansada) quando:
Enche o depósito da máquina da loiça com detergente da máquina da roupa.
Arghhhh!

domingo, 20 de abril de 2014

Férias



Uma semana de pausa, tempo, para a família e os amigos.
Sem rotinas...muitos beijos, abraços, risos e felicidade.
Muita comida e bebida, muita brincadeira e muita rua.

Agora é preparar o regresso, segunda será um dia em que irei ter imensas saudades Delas. O que vale é que serão duas semanas de 4 dias.
Boas semanas.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Mundanices #3

Abrir a porta de casa e entrar o cheiro a flor de Laranjeira. Adoro. Fecho os olhos e estou no Alentejo, a brincar com a minha prima no quintal das Tias.
Espero que estes cheiros deixem memórias tão felizes e reconfortantes a Elas, como ficaram em mim.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

domingo, 6 de abril de 2014

Domingo à noite

É dia de olhar para a agenda, organizar e começar a preparar a semana que se avizinha. Muito trabalho, organização com Ele para a gestão da casa e Delas e depois uma semana de merecidas férias. Vamos lá preparar esta semana!

sábado, 5 de abril de 2014

Mundanices do fds #1

Este dia ainda Outonal faz com que o meu forno continue a trabalhar. De lá saíram scones para o lanche, um cheesecake italiano para sobremesa do almoço de família, amanhã, e agora cozinha um belo salmão para o jantar.

Adoro este conforto do cheirinho de forno pela casa, o dia calmo a aproveitá-LOS.

Ao fim do dia o tempo abriu e com a hora de Verão, que nos permite o anoitecer mais tarde, passeámos pelo bairro a apanhar flores.

Preciso e adoro estes dias calmos, de felicidade e conforto com os meus Amores (e afectos).

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Mundanices Delas #1

Com a mais crescida no carro a falar dos meninos da sala que querem namorar com ela.
No fim suspira e diz " ai não sei que tenho para quererem todos namorar comigo. (pausa) Deve ser quando estou a brincar que os hipnotizo..." ah ah ah ah ah
Espero que a confiança e a autoestima se mantenha por muitos anos.

Mundanices #2

Eu no escritório a trabalhar...e o gato no sofá a dormir e a babar-se....Nota-se Who's the boss?

Mundanices #1

Guilty Pleasure...programas de culinária e muito particularmente o MasterChef Austrália. Era menina para passar tardes a ver episódios consecutivos.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Equilibrando os pratos

O equilíbrio dos pratos da balança na minha vida é algo que me ocupa a mente nos últimos dias. É como a manta de retalhos, quando tapamos os ombros destapamos os pés. O tempo nunca é suficiente para o conjunto de tudo o que pretendemos e aqui começa a difícil gestão do nosso tempo (e prioridades).
A procura deste equilíbrio coloca na balança a minha vida profissional, Elas, Ele, a gestão da casa e eu.
Eu...e aqui é que está a minha luta ir-me puxando para o topo das prioridades já que tendo a vir por aí abaixo.
Sinto necessidade de fazer exercício, pelo meu bem estar emocional e físico.
Não sou amante do desporto nem nunca fui, mas sinto necessidade de me" "mexer", estou "presa", com dores por estar sempre nas mesmas posições e contraída do stress.
Antes Delas eu fazia com regularidade uma atividade, depois vieram Elas e aqui começam as minhas tentativas e sucessivas paragens de fazer alguma coisa.
E por aqui ando com o espirito a dar voltas de como vou conseguir encaixar isto na gestão dos meus dias, da minha agenda, e por forma a manter esta atividade em rotina para que ela não me esteja sempre a falhar.
Já existe um plano, acordado com Ele (já que preciso do seu suporte para que funcione - tenho sempre que roubar tempo de algum lado não é) e agora é fazer os possíveis para manter.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Começando

Nunca pensei em escrever ou ter um blog. Entrei na blogosfera, tarde, como leitora. Encontrei por acaso um dos blogs PT mais lidos e gostei da escrita, fiquei. Dali fui passando por outros blogs e tenho poucos que vou seguindo. Alguns toco e não me agarram, já não volto. Outros regresso mais tarde e fico. Outros deixo de ler.

Mas no fundo, porque estou aqui? Para me forçar a escrever sem ser e-mails :) e para despejar todas as palermices/"mundanices" que me passam pela cabeça e que são demasiada informação para partilhar num FB.

O meu micro diário de bordo então.